Conscientização sobre a Doença Celíaca

“Maio é o Mês de Conscientização sobre a Doença Celíaca, que tem como destaque o Dia Internacional do Celíaco, comemorado no terceiro domingo do mês de maio. O objetivo é divulgar a Doença Celíaca para a sociedade e chamar a atenção dos diversos seguimentos públicos e privados a qual a alimentação e a inserção social estão relacionadas.

Foto Emerson Peters em Unsplash

Estudos internacionais apontam que 1% da população mundial é celíaca. No Brasil, estima-se que em torno de 2 milhões de pessoas sejam celíacas, porém a maioria dessas pessoas ainda estão sem diagnóstico.”

Fonte Romalife

Receita: Quibe recheado de frigideira

Receita de FoodMakers

Ingredientes:

  • 200 g de trigo para quibe
  • 100 g de muçarela
  • 1 tomate em cubinhos
  • 6 colheres de sopa de requeijão
  • 100 g de queijo prato
  • 1/2 kg de carne moída
  • 1/2 cebola picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 2 colheres de sopa de salsinha picada
  • 1 colher de sopa de hortelã picada
  • sal
  • pimenta-do-reino
  • uma pitada de canela (opcional)
  • azeite

Modo de fazer:

Trigo: Coloque o trigo em uma tigela e cubra com água. Deixe de molho por 30 min.

Recheio: Misture em outra tigela a muçarela, queijo prato, tomate e o requeijão. Reserve.

  • A parte, misture a carne moída, cebola, alho, salsinha e o trigo hidratado.
  • Tempere com sal, pimenta-do-reino, uma pitada de canela (opcional) e fio de azeite.
  • Aqueça uma frigideira (antiaderente de preferência) com um fio de azeite.
  • Coloque metade da carne, o recheio e a outra metade da carne.
  • Deixe aproximadamente 15 minutos em fogo médio, ou até dourar.
  • Vire com auxílio de um prato.
  • Conte mais 15 minutos e prontíssimo! Aproveite!

Receita: Salada de trigo em grão

DSC01765

Quem faz dieta ou leva uma vida saudável, sabe que para não cair na mesmice ou enjoar do trivial, é preciso inovar e abusar da criatividade. Repaginar os pratos já tradicionais é uma saída inteligente. Incrementar também deve fazer parte da preparação dos alimentos. E renovar é exatamente a proposta dessa salada de trigo.

E não é preciso fechar a cara não. Para quem não está familiarizado ou imagina algo estranho ao pensar em comer trigo, não é preciso se preocupar. Para a salada, ele é utilizado cozido e o sabor é imperceptível. Porém, sua contribuição nutritiva é incontestável.

food-4509_640

“É um alimento indicado para ser consumido no dia a dia, pois contribui para uma boa digestão e para a manutenção da boa forma, ajuda a espantar a insônia e a ansiedade, aumenta a capacidade de concentração e a disposição física, reduz o risco de doenças coronárias, mantém a flora intestinal saudável, controla os níveis de colesterol, entre outros benefícios.”

Fonte: Guloso e Saudável

A receita não tem segredo. É uma ideia aberta, que pode ser adaptada conforme seu gosto. A base é o trigo, mas você é quem decide os complementos. Por exemplo, para uma versão mais refinada, a salada pode ser composta, além do trigo, por rúcula, tomate seco e muçarela de búfala. Ou então, numa opção mais simples, com almeirão, tomate, cenoura e cebola.

Mas, não se desespere! Se você não souber como combinar ou não tiver um conceito formado do que fazer, segue a nossa sugestão, bem colorida, que é sucesso certo. A partir daí, você pode se sentir mais seguro e ir montando do seu jeito, a seu gosto.

Salada de Trigo em Grão

DSC01764

  • 100 gramas de trigo cozido
  • 1 xícara de chá de repolho verde fatiado
  • 1 xícara de chá de repolho roxo fatiado
  • 1 cenoura ralada fina
  • 1 tomate picado
  • ½ pimentão verde fatiado
  • Cheiro verde a gosto (foi usado salsa e cebolinha)
  • 1 xícara de chá de frango desfiado
  • Limão, azeite e sal para temperar, a gosto

Para cozinhar é simples: basta colocar a proporção de 1 xícara do grão com 6 xícara de água na panela de pressão. Acrescentar sal a gosto e cozinhar por 30 minutos, mais ou menos. Depois é só escorrer e usar.

Fonte: Donas no Fim de semana

O preparo é superfácil. Basta misturar todos os ingredientes e temperar a sua maneira. O único cuidado é usar o trigo frio, depois do cozimento, espera esfriar direitinho e misture, sem medo de ser feliz.

DSC01766

Para encurtar o tempo de cozimento, você pode deixar o trigo de molho, por umas 4 horas antes, ou mesmo de um dia para o outro, na geladeira. Dessa forma, o período de pressão cai para 10-15 minutos.

Doença celíaca: alta sensibilidade ao glúten

Você provavelmente já ouviu todo o buxixo recente sobre a sensibilidade ao glúten. Talvez você tenha um amigo que o aconselhou a tentar reduzir o desconforto abdominal cortando o glúten. Mas, afinal, o que é a sensibilidade ao glúten? As pessoas que realmente têm sensibilidade ao glúten, na verdade, sofrem da chamada doença celíaca.

Cerca de 1% da população geral sofre atualmente de doença celíaca. No entanto, este número é provavelmente subestimado devido aos pacientes que permanecem sem diagnóstico. Outros problemas gastrointestinais comuns, como a síndrome do intestino irritável, podem imitar a doença celíaca e esses pacientes não percebem que a tem.

spike-8743_640

A doença celíaca tem um componente genético e pode ser transmitida de pais para filhos. Pode apresentar-se em qualquer idade e às vezes é diagnosticada mais tarde, na vida adulta. Ela provoca sensibilidade ao glúten, uma proteína encontrada em cevada, centeio e produtos de trigo, que, quando ingerido, provoca uma resposta do sistema imunológico em pessoas que não podem tolerá-la, causando inflamação no intestino delgado, o que pode conduzir a inúmeros de problemas de saúde.” – Artigo original em Scientific American.

Por isso, a qualquer sintoma diferente, indisposição, mau funcionamento do intestino, alteração de humor ou baixo rendimento, procure um médico e peça que ele investigue a fundo a sua relação com o glúten.

Quanto antes descobrir e realizar as modificações necessárias na alimentação, melhor será sua produtividade, desempenho e qualidade de vida. A prevenção, e não a enfermidade, é o motivo mais inteligente para usar e abusar dos conhecimentos da medicina. Ame-se, cuide-se e respeite-se. Equilibre-se!