Dieta cetogênica: entenda o que é e como atua no corpo

Você já ouviu falar da dieta cetogênica certo?! Muitos famosos, inclusive internacionais, têm usado a dieta pobre em carboidratos e gorduras em busca de melhor desempenho e perda de peso. Mas você sabe do que se trata ou em que consiste?!

O objetivo da dieta cetogênica é fazer com que o corpo produza cetonas – uma fonte de energia fundamentalmente diferente da dos carboidratos e gorduras que as nossas células normalmente usam como energia. Pode-se levar vários dias até que o corpo comece a produzir cetonas e o tempo necessário para entrar na cetose (estado onde a queima de gordura está em níveis altíssimos) varia entre os indivíduos.

Cetogênico é o termo que indica a produção de cetonas pelo corpo, a partir da gordura. Quando os níveis de cetona no sangue excedem 0,5 mm o corpo alcança a cetose. O estado de cetose pode ser alcançado através de dieta, jejum (onde o corpo produz cetonas próprias) ou consumindo produtos que elevam os níveis de cetona no sangue.

Limitar a ingestão de carboidratos e de proteínas estimula o corpo a queimar gordura – e, assim, a produzir cetonas. Por ser baixa em carboidratos, muitas vezes, a dieta cetogênica se confunde com outras dietas low-carb. As diferenças sutis nos macronutrientes fornecidos na dieta determinam se ela é ou não cetogênica.

Um macronutriente é a substância que fornece a maior parte da energia para o corpo. Os principais macronutrientes são carboidratos, gorduras e proteínas. Para uma dieta ser cetogênica, ela deve ser rica em gordura, moderada em proteínas e muito pobre em carboidratos.

Aqui estão algumas definições úteis de dietas com um elemento de consumo reduzido de carboidratos:

Dieta Cetogênica

  • O objetivo é desencadear a produção de cetonas no corpo;
  • Alta gordura, proteína baixa / moderada e baixo teor de carboidratos.

Dieta Cetogênica de Baixa Caloria

  • O objetivo é restringir severamente as calorias a um nível abaixo das necessidades metabólicas básicas (isto é, menos que 800 kCal);
  • Mesmo que essa dieta seja relativamente rica em carboidratos, o déficit calórico criado ainda pode levar a um estado de cetose;
  • Não sustentável a longo prazo.

Dieta com baixo teor de carboidratos

  • Definido na literatura médica como uma dieta com 30% de energia a partir de carboidratos ;
  • Não pode levar à cetose, pois a ingestão de carboidratos e proteínas pode ser muito alta.

Dieta de Atkins

  • Esta dieta tem várias fases;
  • Inicialmente, o objetivo é restringir a ingestão de carboidratos para menos de 20g por dia. Este grau de restrição é susceptível de conduzir a cetose, embora este não seja um objectivo explícito;
  • Posteriormente, a dieta reintroduz os carboidratos a um nível em que “o corpo pode tolerar”;
  • Menor restrição de proteína comparado a uma verdadeira dieta cetogênica – alta gordura, proteína moderada, baixo teor de carboidrato.

Dieta Paleo

  • O objetivo é limitar a dieta a alimentos que estariam disponíveis para o homem paleolítico;
  • Ampla variabilidade nas interpretações;
  • Os alimentos permitidos incluem legumes, frutas, nozes, raízes e carne;
  • Os alimentos excluídos incluem laticínios, grãos, açúcar, legumes, óleos processados, álcool e café;
  • Nenhum alvo de macronutrientes estruturado; no entanto, seguir uma dieta paleo resulta em maior consumo de proteína e gordura do que uma dieta comum.

Seguir uma dieta cetogênica pode não ser sugerida para pessoas com as seguintes considerações médicas:

  • Gravidez;
  • Falência renal;
  • Função hepática prejudicada;
  • Digestão de gordura prejudicada (doença da vesícula biliar, bypass gástrico, pancreatite).

Em todo o caso, procure orientação médica e mantenha o acompanhamento deste profissional. A dieta deve sempre ser encarada como uma ferramenta de auxílio à saúde e bem estar. Lembre-se disso!

Este artigo foi originalmente publicado na HVMN.


Para valorizar cada dia da sua vida: pote da gratidão

Pensando em mais um ano que se inicia e na possibilidade de ter novas experiências ou adquirir novos hábitos – afinal um ano novo, assim como cada novo dia, é uma oportunidade de agir e ser melhor do que antes – separamos uma ferramenta utilizada pela coach Fernanda Santos para compartilhar com você: o pote da gratidão. Que tal fazer o seu em 2019!?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
“Para quem ainda não sabe o que significa e acha que é mais uma palavra da moda, gratidão significa agradecimento, é uma emoção que expressa reconhecimento por algo que se tem ou que recebeu.


⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Robert Emmons, psicólogo americano e expert em gratidão, através de suas pesquisas conduzidas com mais de mil indivíduos ao redor do mundo, concluiu que praticar gratidão pode aumentar o nível de felicidade de uma pessoa em até 25%. Pessoas gratas tendem a ser mais felizes pelo fato de valorizarem mais o que possuem e não ficam alimentando a ansiedade em torno daquilo que não têm. Agradecer pelo que se tem, ou pelo que aconteceu com você, é um presente que você se dá todos os dias.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A teoria do pote da gratidão é bem simples: pegue um potinho (ou uma caixa, um cofrinho, um saquinho) e coloque em um lugar onde você possa ver todos os dias, escolha papéis coloridos para escrever seus motivos de gratidão. Eu escolhi colocar numa prateleira do meu quarto, um lugar que vejo sempre.

A minha sugestão é que você coloque no pote o máximo de momentos e coisas pelas quais você foi grato, eu fui um pouco além e coloquei ingressos e coisas que me remetem à momentos bons que aconteceram durante o ano. O importante é não esquecer do ritual de escrever pelo que é grato na sua rotina (crie um hábito – em aproximadamente 21 dias você torna esta atividade em um hábito).

Aproveite e prepare o seu potinho para 2019. Seja grato, faz tão bem!”

 


Sábado é dia de yoga em Santos

Se você é de Santos e região, ou estiver de passagem pelas redondezas, fique esperta(o) e acorde um pouquinho mais cedo, pois no sábado agora, dia 08, acontecerá o Yoga Day, uma programação totalmente gratuita e destinada à prática, palestra ou vivência aberta a todos os interessados.

No período da manhã serão compartilhadas duas diferentes técnicas:

  • a Hatha Vinyasa, ministrada pela Camila Kaziyama, das 9h30 às 10h30 e
  • a Heart Chakra Meditation, com Prem Giridhari (Marcelo) das 11h às 12h.

Para que você compreenda a diferença entre elas, vale explicar que “a prática de Hatha Vinyasa é para quem aprecia mais os movimentos do que a permanência, uma vez que ela não tem tanto alinhamento. É um método mais dinâmico, que tem como base as técnicas do Hatha Yoga e a fluidez do Vinyasa.”

Enquanto a meditação do Chakra do Coração, ou Heart Chakra Meditation, “é uma meditação ativa e um exercício baseado numa tradição Sufi com centenas de anos, uma filosofia que parte do princípio de que somos todos partes do Divino, e que encarnamos para trabalhar a nossa evolução e consciência cósmica para re-conexão com Ele. Quando o Chacra cardíaco está aberto, todas as energias fluem livremente, por isso, nesta prática, levamos todo nosso foco para a respiração, mais especificamente na expiração. É uma prática muito potente e um exercício muito simples de respiração e movimento, que pode ajudar a aliviar a pressão interna ao permitir que a energia do coração flua livremente.”

Ambas as atividades têm limitação de vagas e exigem a inscrição antecipada via Whatsapp (13) 99660-6980 ou pelo direct no Instagram d’O Santo Yoga, que é a instituição promotora do evento.

O Santo Yoga fica na Rua Clay Presgrave do Amaral, 14, no bairro do Gonzaga em Santos/SP (ao lado da Droga Raia e Lojas Americanas do Canal 3). Relembrando que o Yoga Day é gratuito, aberto a todos(as), e oferece estacionamento no local para carros, motos, bicicletas, patinetes e cães. 🚗🛵🚲🛴🐕


O uso do vinagre para além da cozinha

Na higienização e preparação de alimentos, o vinagre já é um coringa super utilizado. Em alguns lares, inclusive, ele também é um elemento fundamental na limpeza doméstica, agindo como removedor de manchas e clareador (eu mesma uso muito o vinagre de álcool na lavagem de roupas). Porém, uma outra função para o produto foi descoberta: ele também ajuda a aumentar a durabilidade do esmalte. Acredita?!

Para evitar os descascados e fazer com que o esmalte permaneça intacto por mais tempo, basta aplicar o vinagre com o auxílio de um algodão nas unhas antes da esmaltação. Aguarde secar e prossiga com a manicure: passando uma camada de base e, por cima, o esmalte de sua preferência.

Se você testar, passa aqui e conte a sua experiência!;-)


Hidratação: cuidados necessários com a pele

Vamos falar de hidratação?! Mesmo que a gente não goste, hidratar a pele é de extrema importância. Eu, particularmente, tenho preguiça e, confesso, sou bem displicente nesse quesito. Até lembrar de que a pele também é um órgão do corpo, o maior, e então esse cuidado imediatamente pula da categoria vaidade, que não é tão levada a sério, para a qual ela de fato pertence: à saúde!

Vale ressaltar que o nosso corpo é composto por 70% de água e hidratar-se, tanto ingerir água in natura quanto manter a pele hidratada, é de extrema importância, pois evita brechas, fissuras e até sensibilidade na derma que podem evoluir em complicações maiores.

Na minha rotina procuro fazer uma divisão, bem genérica, por partes que exigem hidratação diária e constante:

Rosto

Para os cuidados com o rosto eu procuro usar a água micelar, como demaquilante e hidratante pós banho (comprei duas em uma promoção na internet por R$29), aqui, no menor preço, por R$19,90; Hidratante facial Renovare Accolade, da linha Avon Care, nas versões dia e noite (por não conter álcool é uma opção bem mais barata comparada aos similares, além de não agredir a pele, comprei por revendedora a menos de R$10). Por último, o Dermacoconut, hidratante com água de coco natural, uma opção mais cara, preço aqui, e ideal para a pele maquiada ou quando precisa de uma hidratação rápida e mais sequinha, no mesmo efeito de uma água termal.

Lábios

Recebi essa dica amiga e foi um achado dos últimos tempos! O Lip Ice FPS15 é um protetor e hidratante labial bem baratinho, pago R$3,99 nas farmácias Carrefour (também é vendido na Onofre, Drogasil e Drogaraia). Em geral, tenho sensibilidade e alergia a esse tipo de produto (até mesmo manteiga de cacau!), então não é com qualquer tipo ou marca que consigo me adaptar. Com o Lip Ice deu match! Além do fator de proteção solar 15, ele não é testado em animais e deixa uma sensação refrescante nos lábios, daí o “ice”, como o frescor logo após escovar os dentes, sabe?! Encontrei em alguns sabores como limão, maçã verde, morango e coco baunilha. Abaixo a composição do produto:

Corpo

Na hidratação corporal não tem segredo. O bom e velho companheiro hidratante. Aqui em casa gostamos muito da linha Todo Dia, da Natura, em especial as versões para pele seca e extra seca (sempre ganhamos de presente). Essa edição especial de cereja e avelã (da foto), por exemplo, é uma das queridinhas! É cheirosa, mais concentrada e, de fato, mantém a pele hidratada durante todo o dia.

Mãos e pés

Para as mãos e pés, gosto de produtos mais densos, que se fixam na pele. A aplicação exige pouca quantidade e a hidratação é intensa e efetiva. Para as mãos, o Geleia Real, da Avon Care, atende a todos esses requisitos, paguei R$9 em catálogo. A versão da Natura também é excelente, apesar de vir em embalagem menor, paguei R$7 em promoção pela loja online, tanto para os pés quanto para as mãos. O hidratante de pés, inclusive, surpreendeu: entregou uma hidratação profunda, deixando a pele macia e confortável.

Não é preciso investir muito em produtos, não é?! Felizmente, hoje há uma gama de boas opções no mercado com ótimos desempenhos e resultados. O que nos cabe é manter o foco, ter disciplina e manter a rotina de hidratação em dia, sem esquecer de beber bastante água! 😉


Música pode contribuir no tratamento contra a hipertensão, diz estudo

Boas novas: a música pode potencializar os efeitos de medicamentos contra a hipertensão arterial, conforme revelou uma pesquisa desenvolvida pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), em parceria com a Faculdade de Juazeiro do Norte, a Faculdade de Medicina do ABC e a Oxford Brookes University (Inglaterra).

O estudo identificou os benefícios da associação em 37 pacientes, os quais foram avaliados durante dois dias. No primeiro, ouviram música durante uma hora, logo após ingerir a medicação. Já no segundo dia, os participantes foram normalmente medicados e usaram fones, porém sem nenhum som. “Nós concluímos que a música intensificou, em curto prazo, os efeitos benéficos do medicamento anti-hipertensivo sobre o coração”, disse Vitor Engrácia Valenti, coordenador do estudo e professor do Departamento de Fonoaudiologia da Unesp.

Para a análise dos efeitos causados pela música foi aplicado o método da variabilidade da frequência cardíaca, preciso e sensível para avaliar as alterações no coração. Nos resultados, observou-se a desaceleração dos batimentos e a redução da pressão arterial.

A partir de estudos realizados em animais, a hipótese dos pesquisadores para os resultados da associação entre o anti-hipertensivo e a música é de que a combinação aumenta a absorção dos remédios pelo organismo. “[A música age sobre] um nervo que estimula o sistema gastrointestinal, causa uma vasodilatação e aumenta a absorção no intestino. Podemos supor que a música acelera a absorção do medicamento pelo intestino”, explicou o coordenador do trabalho.

Além de potencializar o tratamento em pacientes cardíacos ou hipertensos, Valenti acredita que a música pode se tornar um método auxiliar para prevenir o desenvolvimento da doença em pessoas com essa propensão. “A música pode ser associada com o medicamento para melhorar ainda mais a saúde dos pacientes, até preventivamente, quando a pessoa tem risco de desenvolver uma doença cardiorrespiratória”, acrescentou.


Massagem para pisar corretamente

Você já parou para prestar atenção na maneira como pisa?! A sua pisada é certinha ou irregular, mais para dentro ou para fora?! Independentemente da resposta, existe uma técnica de automassagem que pode tanto auxiliar na reeducação da sua pisada, quanto a relaxar e aliviar dores.

A revista Bons Fluídos, em sua versão digital, compartilhou a orientação da professora de eutonia, Gabriela Bal, para a prática de toques e movimentos os quais, “feitos regularmente, dão mais equilíbrio e firmeza”. Veja só:

  1. Sente-se confortavelmente. Comece pelo pé direito: envolva-o com as mãos e massageie com óleo ou cremes hidratantes.

  2. Manipule cada um dos seus dedos, começando pelo dedão, movimentando as articulações e apertando suavemente cada um dos ossinhos.

  3. Agora é a vez dos ossos do peito do pé que fazem a ligação com os dedos. Desenhe trilhas imaginárias entre eles e percorra-as fazendo uma suave pressão.

  4. Coloque os dedos da mão esquerda entre os vãos dos dedos do pé direito. Gire o tornozelo lentamente, várias vezes.

  5. Toque o osso do calcanhar, o calcâneo. Gire o pé lentamente, prestando atenção no movimento.

  6. Segure o tornozelo e depois solte o pé, sacudindo-o no ar. Repita os movimentos no pé esquerdo, na mesma ordem. Para finalizar, massageie carinhosamente os pés.