Receita: Massa verde

  • 80g de espinafre fresco
  • 300g de farinha de trigo especial tipo 00
  • 3 ovos grandes
  • Sal a gosto

MODO DE PREPARO

Para Branquear o Espinafre:
  1. Em uma panela, coloque 2 litros de água e salgue. Deixe ferver.
  2. Em uma tigela grande, coloque água gelada e gelo.
  3. Jogue as folhas de espinafre primeiro na água fervente até ficarem com um verde mais claro. E então dê um choque térmico, retirando-as com uma escumadeira e colocando-as na água com gelo até esfriarem completamente.
  4. Em seguida, esprema o espinafre para retirar o excesso de água.
Para a Massa:
  1. Bata o espinafre branqueado com os ovos no liquidificador até que se torne um líquido liso.
  2. Em uma bancada ou mesa limpa, coloque a farinha de trigo e abra um buraco no centro formando um vulcão.
  3. Adicione os ovos batidos no centro e pouco a pouco vá incorporando a farinha no líquido até formar uma bola de massa.
  4. Sove a massa por aproximadamente 10 minutos até que ela esteja lisa e uniforme. Adicione mais farinha se necessário.
  5. Abra a massa com um abridor de massas ou um rolo.
  6. Corte em retângulos para fazer lasanha ou em tiras para fazer macarrão.
  7. Se não for usar imediatamente, salpique bastante farinha e deixe pendurada em um varal de massa para secar.

O que é que tem em abril?!

Foto de Daniela Cunha

Receita: Salada fácil de repolho (a melhor do mundo!)

Foto Instagram

Você, por acaso, tem preguiça de preparar salada de repolho porque dá trabalho, precisa cortar fininho, corre o risco de ficar indigesto etc, etc, etc?! Sendo a sua resposta ‘sim’ ou ‘não’, a sua vida vai mudar e ficar mais gostosa com essa receita facinha e saborosa de salada de repolho.🥗

Ela é de autoria da Paulinha Boque – para quem ainda não conhece, vale a pena ser seguidor(a), porque a Paulinha, essa maravilhosa, nada mais é do que a criadora da nossa tão querida crepioca! Por aqui foi testada e super aprovada! A combinação dos ingredientes dá um sabor todo especial ao repolho e deixa a salada versátil e crocante.

Salada de Repolho (A melhor do mundo)

  • 3 ou 4 dentes de alho picados ou ralados (quanto mais melhor😁)
  • a mesma proporção de gengibre picado ou ralado
  • Azeite
  • 1 repolho médio cru em pedaços grosseiros
  • sal a gosto
  • shoyu (molho de soja) e vinagre (o de seu costume)

Modo de fazer

  1. Frite o alho e o gengibre até dourar;
  2. Assim que dourar coloque o repolho na panela, um pouco de sal e mexa por uns dois minutos;
  3. Desligue o fogo, adicione shoyu (molho de seja) e vinagre à gosto e mexa novamente;
  4. Dica: coloque mais shoyu (molho de soja) do que vinagre, regando o repolho. Mexa e prove. Se precisar, acrescente um pouco  mais de cada um.
  5. Está pronta! Deixe esfriar e sirva!

Testado: Minha experiência com a Desodalina

Muito raramente me utilizo de textos em primeira pessoa para postagens por aqui, mas neste caso é essencial, pois vim contar uma experiência. Há alguns meses (e até recentemente tive o estoque renovado), recebi uma remessa do termogênico Desodalina, da Sanibras, em parceria com a loja Bom Suplemento.

A postagem apresentando o produto e benefícios está disponível aqui.

Fiz o uso durante alguns meses, consumindo em diferentes condições e dosagens, para conseguir perceber o resultado e efeitos no meu corpo. A conclusão é: funcionou sim para mim, principalmente quando aliado à alimentação equilibrada e prática de atividade física.

Estou agora em um protocolo de perda de gordura, com dieta bem balanceada, sem açúcares e baixo carboidrato, treinando de cinco a seis vezes por semana e a Desodalina tem me ajudado na aceleração do metabolismo e no controle da ansiedade. Mesmo quando não estava na rotina regrada de alimentação e exercícios, senti que o suplemento reduziu bastante aquela sensação de querer comer o tempo todo, sabe?! Eu diminui a frequência de beliscos, em especial no período da tarde.

A realidade é aquilo que a gente já sabe, mas fica procurando soluções alternativas para não encarar: não existe milagre! Nenhum suplemento vai funcionar sozinho e “fazer” você emagrecer, se não houver empenho e redução de ingestão de calorias. Para emagrecer é preciso gastar mais do que estoca, não tem jeito! E para isso, mexer-se com regularidade e comer comida de verdade (frutas, verduras, legumes, cereais e beber água) é primordial.

A Desodalina não terá efeito considerável se você comer desordenadamente. Ela vai agir queimando ‘x’ quantidade de gordura e se você ingerir ‘2x’ mais gordura, o efeito acabará sendo vencido, entende?! Assim como qualquer outro suplemento, que tem a função real de auxiliar e não de trabalhar sozinho.

Em geral estou muito satisfeita com o resultado, ainda mais agora que estou entrando firme na terceira semana do meu protocolo e já percebo resultados visíveis em redução de medidas e aumento de resistência física. Não senti qualquer efeito colateral ou alteração negativa durante o teste, mas recomendo a consulta com um profissional da área médica e/ou nutricional.

É um produto que funciona para mim e realmente se tornou um aliado no meu trabalho diário por um objetivo específico. Pode ser que funcione para você também, ou não, e daí a importância da orientação profissional. Se você achar que vale a pena, busque auxílio, leve a embalagem do produto, trace uma meta e siga firme, que o resultado vem!

Quem já experimentou e/ou faz uso, tem dúvidas ou considerações a fazer, deixa seu comentário, compartilhe sua opinião! 😉

Os alimentos ideais para serem consumidos antes dos exercícios

Praticar atividades físicas é muito importante para a nossa saúde e bem-estar, além de ajudar – e muito! – na hora de perder alguns quilinhos. Porém, é importante não se preocupar apenas com o tipo de exercício ou a intensidade dele – também temos que nos alimentar de acordo com os treinos, pois uma refeição adequada é capaz de conseguir as reservas de energia necessárias para que a atividade física não se torne um fardo. As nutricionistas Barbara Sanches e Camila Abreu contam quais alimentos são recomendados para se fazer exercícios e por quê:

Alimentos que dão energia

Antes do treino, o ideal é consumir alimentos que dão mais energia, já que você está prestes a gastar um monte dela nos exercícios. Quando se fala em alimentos que dão energia, entram em cena os carboidratos. “Além de ser sinônimo de energia e garantir disposição, o carboidrato preserva a massa muscular”, conta Camila.

Barbara completa: “nutrientes como vitaminas, minerais e aminoácidos também são necessários para o treino, embora não precisem ser consumidos necessariamente antes dos treinos, como os carboidratos. Eles podem estar diluídos durante o dia todo, em várias refeições”. O ideal é dar preferência aos carboidratos complexos, presente nos pães, arroz e massas, pois sua digestão é lenta, garantindo energia por mais tempo.

Evite esses alimentos

“Deve-se evitar a ingestão de fibras e alimentos gordurosos, pois podem causar desconforto gastrintestinal. Dê preferência aos lácteos com baixo percentual de gorduras e retire as cascas e bagaço das frutas”, aconselha Camila.

Sugestões para refeição antes do treino

As nutricionistas indicam: cereais matinais, pães, bolachas e biscoitos simples (sem recheio), arroz, massas em geral, tubérculos (batata, mandioquinha, mandioca), frutas frescas como melancia, pêssego e uvas.

Reposição nutricional

Durante a prática do exercício, também devemos tomar cuidados importantes, como a reposição de líquidos e hidratação do nosso corpo. “A ingestão de líquidos é fundamental para o desempenho. Essa estratégia é importante para prevenir hipoglicemia e/ou desidratação, quadros que comprometem o rendimento” diz Camila. “É importante sempre levar água e, preferencialmente, bebidas esportivas”, completa.

Conteúdo Minha Vida

Alimentos da safra

Fonte: Bem Estar e Saúde