Receita: Ovo de Páscoa Funcional


Receita: Pão termogênico


Você sabe o que é PANC?

Repost do blog da nutricionista Carolina Damy

Você já ouviu falar sobre PANC? Já experimentou alguma? Gostou? Adicionou na sua lista de compras ou na sua horta?

Muita gente ainda não sabe, mas a sigla PANC significa Plantas Alimentícias Não Convencionais, e são todas as plantas que poderíamos consumir, mas que ainda não consumimos, ou nem conhecemos. Depois da redescoberta de algumas destas plantas, o consumo vem aumentando bastante, pois além de serem nutritivas, algumas também são medicinais.

Uma forma rica, sustentável e saudável para a alimentação de todos, é a utilização das Plantas Alimentícias Não Convencionais. Essas plantas, muitas vezes são vistas como pragas ou ervas daninhas, porém possuem importante valor nutricional. Podem ser desde sementes e frutas até gramíneas (sim, os famosos “matinhos”), e variam de região para região. Muitas vezes, o que é considerado PANC em um estado pode ser algo comum em outro.

A forma de preparo destas hortaliças não convencionais pode ser como as comuns, podemos colocar em sucos, em saladas cruas, refogar, utilizar como ingrediente em tortas, molhos, chás e etc.

Vejam alguns exemplos de Plantas Alimentícias Não Convencionais:

taioba, por exemplo, é rica em fibras e por isso nos dá saciedade e auxilia no funcionamento intestinal. O guaco, é um excelente fitoterápico contra doenças respiratórias, assim como a urtiga; a carqueja nos auxilia na digestão; o peixinho previne inflamações no trato-gastrointestinal; a capuchinha é ótima contra infecções urinárias e doenças de pele, etc. Cada uma com um sabor característico e um benefício importante à saúde.

E agora, depois de conhecer sobre as PANC, você ficou com vontade de incluí-las na sua alimentação? Espero que sim, pois uma alimentação variada de fontes naturais, nos trás muitos nutrientes e deixa nossa vida mais saudável e sustentável também.

Fonte: Guia Prático sobre PANCs: Plantas Alimentícias Não Convencionais. Instituto Kairós, São Paulo, 2017/ Revista Pensar Gastronomia, v.3, n.1, abr. 2017.


Receita: Tartare Árabe


O ataque aos snacks

Nossas vidas cada vez mais acaloradas estão conduzindo a uma mudança que nos leva a comer mais alimentos de lanche em vez de refeições à mesa. Porém, uma pesquisa publicada no Appetite, em janeiro, mostra que apenas ver a palavra “lanche” em um rótulo de comida pode nos levar a comer mais.

No estudo, as pessoas foram convidadas a comer macarrão apresentado como um lanche (consumido em uma embalagem de plástico com um garfo de plástico) ou como uma refeição (consumido em um prato de cerâmica, usando um garfo de metal, sentado em uma mesa). Posteriormente, eles receberam snacks não saudáveis, incluindo M&Ms e crackers. O resultado: aqueles que comeram a massa de “lanchinho” consumiram mais calorias depois do que aqueles que comeram o macarrão “refeição”, sentado em uma mesa.

Pode ser que nos concentremos menos no que estamos ingerindo quando pensamos que estamos comendo lanches e, portanto, estamos menos conscientes do nosso consumo, o que nos leva a comer em excesso mais tarde. Para preservar o hábito de tomar lanche e manter a saúde, e a circunferência saudável da cintura, é uma boa ideia pensar no que você come como uma refeição e sentar-se para comer, mesmo que seja apenas um potinho de iogurte ou um punhado de nozes.

Fonte: Idea


Receita: Estrogonofe de Grão de Bico

Estrogonofe de Grão de Bico

Por Cozinha Fit e Fat

Ingredientes
  • 2 colheres (sopa) de azeite de oliva
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho ralados
  • 2 xícaras de grão de bico cozido
  • 2 xícaras de abobrinha em cubos
  • Sal rosa e pimenta-do-reino a gosto
  • 1 xícara de extrato de tomate
  • 1 xícara de creme de leite leve
 Como faz?
  1. Em uma panela e em fogo baixo, doure levemente a cebola no azeite.
  2. Acrescente o alho e doure levemente.
  3. Adicione o grão de bico e a abobrinha e refogue.
  4. Tempere com sal e pimenta.
  5. Despeje o extrato de tomate e o creme de leite e misture.
  6. Aqueça por completo, 5 minutos.
  7. Sirva com arroz integral.
  8. Conservando na geladeira e em recipiente fechado, dura 2 dias!