Dona de um estilo bem natural, e certa lembrança dos traços marcantes de Frida Kahlo, a cantora e compositora canadense Jessie Reyez,  é dona de um timbre que vale a pena ser ouvido. Filha de pais colombianos, Jessie batalhou bastante até conseguir ocupar um lugar de respeito. Com voz rouca e letras fortes, de muita personalidade …

Continue lendo

Boas novas: a música pode potencializar os efeitos de medicamentos contra a hipertensão arterial, conforme revelou uma pesquisa desenvolvida pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), em parceria com a Faculdade de Juazeiro do Norte, a Faculdade de Medicina do ABC e a Oxford Brookes University (Inglaterra). O estudo identificou os benefícios da associação em 37 pacientes, …

Continue lendo

Sextou!

23 de março de 2018


A letra mais motivadora dos últimos tempos.

Para acompanhar a tradução, clique AQUI.

 

Conteúdo original Isto É O gerente de sistemas paulista Rodrigo Pereira, 40 anos, é doador assíduo de sangue. Na manhã da quarta-feira 3, quando se preparava para mais uma doação no Banco de Sangue do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, surpreendeu-se com uma oferta singela no gesto, mas intensa no resultado. Foi convidado …

Continue lendo

Conteúdo original Pequenas Empresas, Grandes Negócios A música pode ser uma grande aliada de pessoas que precisam chegar a um determinado estado de espírito: dependendo da playlist, dá para ficar mais acordado, concentrado e feliz ou menos ansioso. Com o objetivo de ajudar pessoas que sofrem com a ansiedade, a Mindlab, consultoria britânica especializada em soluções …

Continue lendo

Música para acordar

27 de março de 2017


Seguindo no clima pós-Lollapalooza (quem foi?!), uma sugestão de música gostosinha para acordar. Aquela companheira para saltar da cama com bom humor, servindo de trilha ao escovar os dentes. 😉

Lembra um pouco o Michael Jackson, não?! Gosto! Que seja uma experiência gostosa para vocês também! Boa semana!

Conteúdo original Women’s Health Brasil  “A razão principal pela qual a frase ‘sexo, drogas e rock and roll’ existe é porque todas essas coisas estimulam centros de prazer no cérebro”, diz Andrew Knight, professor assistente de musicoterapia na Universidade Estadual do Colorado (EUA). E agora nós temos a ciência para provar a parte do jargão …

Continue lendo

%d blogueiros gostam disto: