Se você quer emagrecer, dar um up no corpinho, engordar ou simplesmente cuidar da manutenção do seu bem-estar, deve saber que a chave do sucesso está no que você come, não é mesmo? Já demos algumas dicas aqui de pequenas alterações e inserções no cardápio cotidiano para te ajudar a turbinar a saúde. Por isso, nosso foco neste post são as sementes: 3 tops sugestões poderosas para potencializar sua alimentação.

Estamos falando do trio chia, linhaça e gergelim. Todas são pequenos grãos secos, fáceis de encontrar e com formas de ingestão bem semelhantes. Porém, cada uma é responsável por benefícios diferentes e podem ser combinadas, criando um único mix para ser utilizado diariamente [veja abaixo].

Inserir essas sementes na alimentação faz toda a diferença nos índices fisiológicos e, consequentemente na qualidade de vida.

chia-397076_640

Chia

A chia tem origem mexicana e pertence à família do linho e da sálvia. Apesar de pequenininha, ela é extremamente rica em propriedades nutricionais, como: ômega 3, magnésio, zinco, cálcio, ferro, vitaminas B1, B2 e B3.

Além disso, a chia auxilia a regular as taxas de colesterol no sangue, evita a formação das gordurinhas localizadas, previne e controla o diabetes, doenças cardiovasculares, tem efeito antioxidante e fortalece a imunidade. Também colabora com o emagrecimento, por conter muitas fibras e proteínas e aumentar a sensação de saciedade.

As propriedades são mantidas em todas as formas de consumo (crua, em gel, triturada e em óleo) e a indicação é de 25 gramas diárias, ou seja, duas colheres de sopa.

Como consumir: no suco, na vitamina, no iogurte, na tapioca, em receitas, shakes, massas, pestos etc.

sesame-316590_640

Linhaça

A linhaça é uma semente funcional, super aliada do emagrecimento, pela alta quantidade de fibras, que liberam glicose no sangue e inibem o acúmulo de gordura. Ela é benéfica ao coração, intestino e saúde dos ossos.

Também é rica em substâncias similares ao estrógeno, tendo relação com a proteção contra ao câncer de mama, atua no controle e prevenção de diabetes, tem ação anti-inflamatória e promove o equilíbrio entre o ômega 3 e 6.

Ela pode ser encontrada em duas versões, marrom e dourada, e em três formatos, grão, farinha e óleo. A porção diária recomendada é de uma colher de sopa (10 gramas).

Como consumir: em receitas, sucos, sobremesas, vitaminas, sopas, iogurtes, com frutas etc.

semente-de-gergelim_2986943

Gergelim

O gergelim vem de localidades entre a Ásia e a África e foi um dos primeiros alimentos cultivados pelo homem. Entre suas ações no organismo estão a lubrificação do intestino, controle de açúcar no sangue, combate dores e reumatismo, pois fortalece tendões e ossos, evita a queda dos cabelos e melhora a elasticidade da pele (graças ao poder antioxidante).

Ele também atua no fígado e rins, aumenta a saciedade e auxilia na eliminação e combate às gorduras ruins, prevenindo também a flacidez. É uma ótima fonte de proteínas e fibras, cálcio, fósforo, ferro e vitaminas do complexo B.

Seu consumo diário recomendado é de uma colher de sobremesa e sua melhor forma é em grão cru.

Como consumir: em saladas, na comida, em pratos salgados etc.

MIX de Sementes

“Normalmente as pessoas misturam grãos fontes de nutrientes diferentes, para atingir um benefício específico, nem sempre promovido por todos os grãos do mix. Com benefícios à saúde próximos ao da chia, temos a linhaça, o gergelim e o girassol. Mas não é recomendado consumir uma porção de cada uma deles por dia, devido à alta quantidade de calorias que essas sementes possuem. Sendo assim, uma solução pode ser fazer um mix destes grãos e consumir até 25g do mix ao dia.”

Fonte da citação: Minha Vida

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: